ULTIMAS NOTICIAS

terça-feira, 14 de junho de 2022

Pai que matou filha de 13 anos após ela denunciar estupro é um dos criminosos mais procurados

 




O caseiro Horácio Nazareno Lucas, de 32 anos, acusado de matar a própria filha, a estudante Letícia Tanzi Lucas, de 13 anos, está na lista dos criminosos mais procurados do Brasil pela Polícia Civil. O crime ocorreu em outubro de 2018, na casa da família da vítima, no bairro Mailasque, em São Roque. Desde então, Horácio está foragido. A adolescente foi assassinada a facadas pelo pai, porque se negou a retirar uma denúncia de estupro contra ele. Horácio cometeu o homicídio um dia após sair da prisão.



Horácio, então com 28 anos, deixou o sistema prisional no dia 2 de outubro de 2018, uma terça-feira, e matou a filha na quarta, dia 3. Ele cumpria pena de oito anos, desde junho daquele ano, por ter estuprado, em 2010, uma cunhada. A vítima sofria de problemas mentais. Segundo a Polícia Civil, Letícia presenciou o estupro.

Meses antes do crime, no dia 19 de junho de 2018, ela rompeu o silêncio. Acompanhada da mãe e de uma conselheira tutelar, foi até a Delegacia Central de São Roque. Lá, não só contou sobre o estupro da tia, como revelou também ter sido abusada sexualmente pelo pai.

Ainda segundo o relato de Letícia, os estupros ocorriam desde 2017. De acordo com as informações passadas por ela à polícia, em uma das vezes, ao ameaçar contar sobre os casos para a mãe, o pai teria tapado a boca e o nariz dela, quase deixando-a sem ar.

Horário praticava os crimes quando a mãe da adolescente saía para trabalhar como faxineira. Letícia também declarou que, após os abusos, costumava ir para a casa da avó materna. Porém, se esquivava quando alguém percebia a sua fisionomia de choro.

Já o estupro praticado por ele contra a cunhada, na época com 19 anos, ocorreu em 15 de maio de 2010. O crime foi cometido na frente de Letícia, então com apenas 5 anos.

A Polícia acredita que ele viaja pelos estados e passa alguns meses de cidade e cidade. Por isso, se você o reconhecer ligue 190.

O caso

Conforme o boletim de ocorrência sobre o caso, na madrugada de quarta-feira (dia 3 de outubro), o caseiro foi à casa da família. Pediu para a filha retirar a denúncia de estupro contra ele. Porém, ela se negou.

Diante da negativa e ao perceber que a ex-companheira havia escondido o celular, para chamar a polícia, ele deu um soco no nariz da mulher e tentou esganá-la. Contudo, ela conseguiu fugir e correu até a casa de um vizinho. Lá, pôde acionar a Polícia Militar. A mãe deixou na residência Letícia e o filho caçula, de 6 anos.

Naquele momento, o pai trancou o menino no quarto e esfaqueou Letícia. A criança conseguiu fugir e correu para a estrada que dava acesso ao imóvel da família. Ali, encontrou com os policiais chegando para atender a ocorrência, após terem sido acionados por Tamires.

Na casa, os PMs encontraram a adolescente bastante ferida e inconsciente. Ela chegou a ser socorrida pelo Corpo de Bombeiros e levada à Santa Casa de São Roque. No entanto, não resistiu aos ferimentos.

Horácio conseguiu fugir para um matagal.

Da Redação do ExpressoPB
Com Informações do Portal do Litoral 

SOBRE ""

Principais notícias da Cidade de Pilões-PB e região.

Postar um comentário

Twitter: http://twitter.com/SeligaPiloesPB
Facebook: http://www.facebook.com/piloespb
https://www.facebook.com/ivenildo.sales
FanPage: http://www.facebook.com/PiloesParaiba
E-Mail: josegaldino@hotmail.com.br, piloespb@hotmail.com.br e ivenildo@gmail.com
Skype: josegaldino.sp
https://www.facebook.com/groups/763644283763368/
https://www.facebook.com/groups/763644283763368/?ref=bookmarks
https://www.facebook.com/portalseligapiloes/?ref=bookmarks

 
Copyright © 2018 Portal Se Liga Pilões-PB
|