É #FAKE vídeo que mostra aeronave passando entre torres do Congresso | Portal Se Liga Pilões-PB
ULTIMAS NOTICIAS
Share Button

terça-feira, 26 de janeiro de 2021

É #FAKE vídeo que mostra aeronave passando entre torres do Congresso

 


Circula pelas redes sociais vídeo que mostra um jato passando entre as torres do Congresso, em Brasília. É #FAKE.

O vídeo circula em algumas publicações acompanhado de uma legenda que diz: "Estão dizendo que um tenente deu um recado para o Congresso hoje...Mas não foi do Exército. Foi da FAB e não foi de jeep."

Consultada pelo G1, a FAB informa que "obviamente, o vídeo em questão se trata de uma montagem. Nenhuma aeronave da FAB realizou este tipo de voo." As assessorias da Câmara e do Senado também apontaram argumentos técnicos para mostrar que o episódio não ocorreu.

Autor do vídeo, que tem versões em três ângulos diferentes, o arquiteto e professor de computação gráfica Theo de Carvalho, dono de uma empresa de treinamento em computação gráfica, afirma que a intenção era treinar e brincar com os alunos. Criador de vídeos como do Papai Noel que fica pendurado no helicóptero, ele condena o uso político de seu trabalho.

"Eu postei o vídeo, disse que era computação gráfica, coloquei como foi feito A ideia era as pessoas repassarem a brincadeira sem qualquer viés político. O pessoal que quis pegar o vídeo e anexar com outras imagens e frases que não têm o menor sentido. Eu não estava pensando na FAB ou qualquer coisa do tipo, eu estava pensando na chegada do caça Gripen que chegou esse semestre.", diz

Ele conta que misturou vídeos reais, amadores, de pessoas passando em frente ao Congresso e fundiu a eles cenas criadas em 3D. "A ideia era parecer que alguém estava filmando e de surpresa pegou o Gripen", disse.

Theo usa softwares de modelagem 3D. "O nome técnico é composição, eu estou compondo uma cena real com alguma coisa que é 3D", explica. "Tem todo um trabalho de o ângulo da câmera bater, velocidade, giro da câmera e cores baterem."

Para compor as cenas que viralizaram, ele usou um vídeo de drone, um vídeo de uma pessoa vindo de carro pelo lado direito e outro da Praça dos Três Poderes.

Em um dos vídeos, em que o casal está dentro do carro quando vê o avião, o primo dele e a esposa do primo gravaram o áudio. "O áudio é do meu primo, o vídeo é computação gráfica e o filme foi feito por outra pessoa, que me deu autorização para usar o vídeo."

Theo declara que todos os seus vídeos são fisicamente impossíveis. Diz que segue códigos de conduta e ética internas para evitar problemas. "Nunca vou fazer um vídeo em que alguém se machucou ou morreu. Não faço nada ruim. Mesmo que o cara acredite que aquilo aconteceu - agora todo mundo ficou falando que deveria ter acertado o Congresso - não vou fazer isso. Meu objetivo é divertir as pessoas", diz.

Senado

A assessoria do Senado informa que "sobrevoos dessa espécie, com manobras tão próximas de pessoas e da edificação do Palácio do Congresso Nacional nunca foram registrados no espaço aéreo abrangente do nosso Complexo Arquitetônico, o qual, inclusive, é restrito."

Também afirma que "além de representarem extremo perigo e quiçá serem impraticáveis, haja vista a discrepância nas proporções entre a envergadura da aeronave e a edificação, a FAB já se pronunciou negando o ocorrido, e os autores do vídeo (Vértice Treinamentos) já fizeram publicações a respeito."

A nota aponta para o perfil no Instagram dos autores.

Câmara

A Câmara dos Deputados também informa que sua área técnica não reconhece essas imagens como verídicas.

"Os edifícios Anexo I da Câmara dos Deputados e do Senado Federal, de acordo com seus projetos arquitetônicos e estruturais, possuem largura de 4,8m em seu vão interno, dimensão insuficiente para a passagem de aeronaves de quaisquer portes. Além disso, uma improvável manobra de qualquer aeronave nesse espaço, como a do vídeo em questão, provocaria um grande deslocamento de ar em razão da velocidade e do volume do objeto, o que causaria grandes danos nas esquadrias cobertas por espelhos de vidro nas fachadas, que se estilhaçariam no ato. Ou seja, a onda de choque da passagem de uma aeronave tão próxima - se ela coubesse no vão - faria com que os vidros dos edifícios explodissem."

Em 2012, a onda de choque provocada por um voo rasante de dois caças da Aeronáutica deixou estilhaçados os vidros dos prédios do Supremo Tribunal Federal e do anexo do Congresso Nacional.

Extra

SOBRE ""

Principais notícias da Cidade de Pilões-PB e região.

Postar um comentário

Twitter: http://twitter.com/SeligaPiloesPB
Facebook: http://www.facebook.com/piloespb
https://www.facebook.com/ivenildo.sales
FanPage: http://www.facebook.com/PiloesParaiba
E-Mail: josegaldino@hotmail.com.br, piloespb@hotmail.com.br e ivenildo@gmail.com
Skype: josegaldino.sp
https://www.facebook.com/groups/763644283763368/
https://www.facebook.com/groups/763644283763368/?ref=bookmarks
https://www.facebook.com/portalseligapiloes/?ref=bookmarks

 
Copyright © 2018 Portal Se Liga Pilões-PB
|