Ludmilla é chamada de macaca por fã de Anitta e desabafa na web | Portal Se Liga Pilões-PB
ULTIMAS NOTICIAS
Share Button

sexta-feira, 1 de novembro de 2019

Ludmilla é chamada de macaca por fã de Anitta e desabafa na web

'Julgar pelo tom de pele só complica as coisas', disse a cantora

Ludmilla é chamada de macaca por fã de Anitta e desabafa na web
© Divulgação

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Ludmilla, 24, publicou um vídeo nesta quinta-feira (31) em suas redes sociais em que afirma ter sofrido racismo durante o Prêmio Multishow, celebrado na terça (29), no Rio. 
O vídeo, divulgado no Stories do Instagram da cantora, mostra o momento em que ela levanta para receber um prêmio. "Alguém me chama de macaca. Mas não sabemos quem foi a pessoa exatamente", escreve ela.
Ludmilla se mostra indignada com a situação e afirma que a vida para ela e para a maioria dos brasileiros nunca foi fácil. "E com preconceito e julgamentos pelo tom de pele, vocês só complicam as coisas." Ela complementa que, apesar da justiça "ser lenta" e de outras pessoas que praticaram racismo com ela "ainda não terem sido punidas", "isso não significa que a cobrança nunca vai chegar". 
"A vontade de me diminuir é tanta que as pessoas não pensam nas consequências de seus atos", escreve. 
Ludmilla foi a grande vencedora do Prêmio Multishow. Ela levou o prêmio de melhor cantora, superando nomes como Anitta, Ivete Sangalo, Iza e Marília Mendonça. Ganhou também na categoria música chiclete do ano, com "Onda Diferente", canção que é um feat dela com Snoop Dogg, Papatinho e Anitta.
Na ocasião, Ludmilla foi vaiada por fãs de Anitta, mas agradeceu. "Elas [as vaias] me fazem pensar no que eu gostaria ou não que fizessem com as pessoas", disse a artista.
Vale lembrar que Ludmilla e Anitta estão brigadas por conta de uma polêmica envolvendo os direitos de autor da música "Onda Diferente". No entanto, os fãs da funkeira de Honório Gurgel decidiram defender ela atacando Ludmilla.
PROCESSOS
Não é a primeira vez que Ludmilla denuncia uma situação de racismo. Em 2016, Val Marchiori, 44, foi processada por ela depois de comentar em programa na RedeTV! que a peruca da cantora "parecia bombril".
Em 2018, a Justiça condenou Marchiori a indenizar R$ 10 mil à cantora, mas ela recorreu. "Eu não concordo. Primeiro, eu posso dar minha opinião. Eu não xinguei a pessoa, eu não falei da índole dela, não falei da cor dela", disse na época, ressaltando que é "zero racista".
Em setembro deste ano, Ludmilla voltou a falar sobre o assunto. Segundo a cantora, "por ela [Marchiori] ser rica e cheia de privilégios, até hoje nada aconteceu. E ela debocha da situação em todo canto que vai até hoje".
Em uma entrevista recente, Val disse que tentou se desculpar com a cantora, mas foi ignorada."Pedi desculpas para ela. Olha como ela foi mais racista que eu, que eu quero até falar isso! Racista entre aspas, porque eu nunca fui. Falavam que eu fui racista para dizer isso, né? Não falei nem do cabelo dela, até porque acho o cabelo dela bonito [...] Sabe o que ela fez? Virou as costas pra mim assim e saiu nadando. Mas tudo bem, é um direito dela", contou.
Em resposta, Ludmilla disse através do Twitter que o cenário não foi exatamente o descrito por Val. "Mas é claro que eu virei as costas, ela pediu pro marinheiro dela começar a filmar e me chamou. Quando eu estava indo, meus amigos me alertaram e eu voltei. [...] Ainda bem que não fui, desculpas com o telão ligado é mole", escreveu.
Noticia ao Minuto

SOBRE ""

Principais notícias da Cidade de Pilões-PB e região.

Postar um comentário

Twitter: http://twitter.com/SeligaPiloesPB
Facebook: http://www.facebook.com/piloespb
FanPage: http://www.facebook.com/PiloesParaiba
E-Mail: josegaldino@hotmail.com.br, piloespb@hotmail.com.br e ivenildo@gmail.com
Skype: josegaldino.sp
https://www.facebook.com/groups/763644283763368/

 
Copyright © 2018 Portal Se Liga Pilões-PB
|