Professora dá aula de ‘educação sexual’ a crianças de 9 anos e é afastada | Portal Se Liga Pilões-PB
ULTIMAS NOTICIAS
Share Button

segunda-feira, 5 de novembro de 2018

Professora dá aula de ‘educação sexual’ a crianças de 9 anos e é afastada

single-image
Uma professora de Cascavel, no oeste do Paraná, foi afastada das atividades por 30 dias após uma polêmica aula de educação sexual para crianças de 9 e 10 anos.
Grasiela Ivana Passarin, que trabalha na rede municipal de ensino há 19 anos, levou para a sala de aula preservativos –masculino e feminino– e próteses de borracha semelhantes a órgãos genitais. Os objetos foram manuseados pelos alunos e fotografados pela professora, que postou as imagens em uma rede social.
A secretária de Educação, Márcia Baldini, disse que houve excessos da professora, ressaltou que o currículo escolar prevê o conteúdo de orientação sexual, mas em questões de doenças sexualmente transmissíveis (DSTs) e prevenção da gravidez na adolescência. “Não cabia aquele aprofundamento, de forma alguma”, afirmou.
O caso, que aconteceu na escola municipal Aníbal Lopes da Silva, ganhou as redes sociais na terça-feira (30), após a própria professora publicar em seu perfil as imagens das crianças.
As fotos também foram levadas ao Ministério Público, que irá analisar se houve exposição ilegal dos alunos.
Em nota, a Polícia Civil informou que está acompanhando o caso, já que houve registro formal feito pela Secretaria da Educação, mas que somente após a sindicância instaurada pelo município e ouvir os envolvidos poderá chegar a uma conclusão se houve algum tipo de crime.
O afastamento da professora foi determinado por telefone pelo prefeito Leonaldo Paranhos (PSC), que estava em Brasília na terça-feira.
Nesta quinta-feira (1), Paranhos disse à Folha que é preciso dar o espaço necessário para que a professora explique a intenção do uso do material.
“A gente não pode de um erro fazer outro. Nós não podemos querer fazer justiça, banalizar isso, expor as pessoas, porque a professora também tem família”, disse.
Leia Também:   PSL lança site oficial para divulgar informações sobre o governo de transição de Bolsonaro
O prefeito reforçou que o método não integra o Plano Municipal de Educação, tanto que o material usado foi emprestado de outro órgão público, o Cedip (Centro Especializado de Doenças Infecto-Parasitárias).
“Se tivesse inserido no dia a dia das escolas não era necessário fazer o pedido [de empréstimo do material], foi algo que veio externamente.”
A professora afirmou que está tranquila e defendeu a sindicância, mas disse que não pretende falar sobre o método aplicado em sala de aula.
“O que me deixa perplexa é a reação desenfreada de discursos agressivos, isso sim é uma coisa que me deixa perplexa, mas eu estou bem. Estou confiante sobre o processo, está havendo um equívoco de informações, vai ser julgado, avaliado e estou tranquila quanto ao método e as aulas”, afirmou.

Fonte: Folha / via Nordeste 1

SOBRE ""

Principais notícias da Cidade de Pilões-PB e região.

Postar um comentário

Twitter: http://twitter.com/SeligaPiloesPB
Facebook: http://www.facebook.com/piloespb
https://www.facebook.com/ivenildo.sales
FanPage: http://www.facebook.com/PiloesParaiba
E-Mail: josegaldino@hotmail.com.br, piloespb@hotmail.com.br e ivenildo@gmail.com
Skype: josegaldino.sp
https://www.facebook.com/groups/763644283763368/
https://www.facebook.com/groups/763644283763368/?ref=bookmarks
https://www.facebook.com/portalseligapiloes/?ref=bookmarks

 
Copyright © 2018 Portal Se Liga Pilões-PB
|